Mitos Vadios

Mitos Vadios, 1978

Curador: Ivald Granato

Manifestação coletiva

Duração de uma jornada

Mitos Vadios

 

Meu depoimento

 

A guiza de depoimento, transcrevo trecho de correspondência com o pesquisador Benjamin Murphy, Princeton University, USA.

"Olá Ben

(...)

  Vamos ao assunto: Mitos Vadios. Sim participei. Foi um evento criado e divulgado fartamente por Ivald Granato, realizado ao mesmo tempo que uma Bienal Latino Americana, com ares de protesto, como de hábito. Muitos nomes participaram no que considerei uma performance/happening do Granato. Ele chegaria de helicóptero em um terreno vazio da Rua Augusta, São Paulo (região badalada), chegou de taxi, dados problemas com o helicóptero, vestido de terno riscado e chapéu coco alegando “My name is not Ciccillo Matarazo “ (então presidente da Bienal de São Paulo).

Esperei sua chega em uma cadeira do tipo “diretor de cinema” com os dizeres no verso do encosto, “My Name is not Ivald Granato”. Chegando soltei uma dúzia de galinhas brancas, tendo em seus pescoços medalhas de papelão com os dizeres “My Name is not Ivald Granato.

Arethusa Almeida de Paula fez sua dissertação de mestrado sobre o assunto. Texto competente, reproduzindo artigos de jornais, fotos e entrevistas" (...)

Gabriel Borba, 2020 (trecho de correspondência)

 

PS: Há uma nota no texto de Arethusa que vale a atenção.

"Com bom humor, o artista também coloca em xeque o mercado de arte, e em especial seus “patrocinadores”. Em entrevista, ele apenas cita esse trabalho; porém, na reportagem da jornalista Vera Magyar, ela cita que Borba entregava guardanapos ao público em que se lia Receitas de Arte Brasileira, e a pergunta: Já enrolou o seu hoje?"

GB, 2020

 

 

Conjunto da Obra

Obras esparsas