Imagens de Urgência

Translation not available at the moment

Imagens de Urgência

Meu depoimento, 2018

 

Estas imagens são do perído1968 a 1972, em que estavamos, muitos de nós, ocupados em denunciar fatos abafados ou de pouca divulgação, referente à violência que nos espantava. As notícia de jornais, quando proibidas, eram substituídas por trechos dos Lusíadas de Camões ou por receitas de culinária e mais. Imagens eram publicadas e muitas vezes surgiam ao ouvir relatos não necessariamente verdadeiros, mas verossímeis. A boa maneira de reproduzi-las rapidamente para acompanhar os acontecimentos e deixa-las reconhecíveis, acrescidas de uma certa dramaticidade, foi o modo corrente, a Pop Art.

Muitas das que fiz desapareceram. Eram pintadas com tinta simples, esmalte sintético, sobre painel de Eucatex, sempre no mesmo formato, as vezes uma imagem em dois painéis. Um tanto incomodas para o transporte, mas eficaz para serem vistas. E, claro, vez por outra o material de suporte variou.

O princípio foi aproveitado, em algumas figuras, na instalação Ambiente de Confrontação, MAC 1972. Com a estudante  que ajudou na montagem de uma palestra sobre o assunto, em 2012, Adriana Palma, surgio o título do conjunto: Imagens de Urgência.

Gabriel Borba, 

Conjunto da Obra

Ambiente de Confrontação (Confronting Environment)

Imagens de Urgência (Urgency Images)